O Charuto e a Bebida

 

 

    O CHARUTO E A BEBIDA IDEAL

O Charuto e a Bebida Fumar charuto é um grande prazer, descobrir seus aromas e sabores, perder-se na fumaça após cada baforada, tudo nos leva a momentos de reflexão e
aproveitamento daquele momento em especial. Em alguns casos, uma boa bebida pode ser um complemento ideal para aumentar as sensações e o prazer das combinações possíveis. Tempos atrás, houve uma degustação para verificar qual seria a bebida que melhor combinasse com o charuto. A escolha foi o cubano Romeo y Julieta Churchill, um dos mais consumidos e responsável por mais de hora e meia de puro prazer. As bebidas que fizeram parte da degustação foram: xerez, vinho do Porto, Single Malt, rum e conhaque, consumidas nesta ordem, levando em conta seu teor alcoólico. O charuto e a bebida ideal.

 

DEPENDE DO FUMADOR
 

Escolher um charuto é uma questão de tempo, local e estado de espírito. A mesma coisa pode ser levada em conta quando escolhemos a bebida que irá acompanhá- lo. Podemos degustar um charuto com o conhaque e seu primo direto, o Armagnac, a aguardente vínica portuguesa e a grappa, outra bebida que, por sua força aromática, casa muito bem com um charuto potente. O vinho do Porto e o xerez são combinações clássicas e tradicionais e com suas diversas classificações por safras e misturas combinam bem com charutos de suaves a encorpados.

 

Às vezes, bebidas que nem imaginamos combinar com os charutos podem surpreender, como é o caso do champanhe. Responsável por harmonizações entre charutos e bebidas o Epicure Sommelier Rodrigo Gorga, que trabalha na Tabacaria Lenat, sugere algumas combinações interessantes, como o charuto Brasil Autênticos Robusto e Cerveja Baden Baden Red Ale; Charuto Le Cigar Sênior e Whisky Chivas 12 anos; Charuto Avo Maestoso e Porto Tawny Adriano Ramos Pinto; Charuto Montecristo nº 4 e Rum Bacardi 8 Años; Charuto Cohiba Siglo VI e Cognac Courvoisier X.O. Imperial e Charuto Angelina Cabinet Robusto com o café expresso Gourmet Astro e água com gás. É sempre bom lembrar que a busca da melhor combinação é algo entre você, o
charuto e a bebida. Não existe certo ou errado. Só não vale se não tentar.

 

Bom aproveito...

 

 

Porto e Charutos

 

Porto e Charutos

 

 

Considerado por muitos apreciadores uma excelente harmonização com charutos, o Vinho do Porto tem diversas categorias, cada uma delas com seus sabores e aromas próprios. Por terem estilos próprios e diferenciados podemos dividi-los em três grupos distintos:

Vinhos envelhecidos em casco: apresentam aromas de frutas secas como nozes e amêndoas, sabor macio e uma doçura acentuada. Com o passar dos anos vão ganhando intensidade aromática, ficando mais suaves e persistentes. Neste grupo temos os Tawny, Tawny Reserva, Colheita e Tawnies com Indicação de Idade (10 Anos, 20 Anos, 30 Anos e Mais de 40 Anos).

Vinhos com caráter de fruta fresca: apresentam normalmente aromas de framboesa e amora. A cor destes vinhos é tinta e tinta escura. Na boca tem uma presença mais marcante. Fazem parte deste grupo os Ruby, Ruby Reserva, LBV (Late Bottle Vintage) e Vintage.

Vinhos Brancos: é o menos representativos dos vinhos do porto, pois são encontrados com diferentes tipos de doçura e envelhecimento. São mais frutados, pois ficam a maior parte do tempo concentrados em tonéis de madeira. Para cada um destes estilos e tipos é possível fazer uma associação com um charuto que harmonize sem superar o vinho e vice versa.

Especificações dos vinhos e harmonizações possíveis:

Branco - O Vinho do Porto branco pode apresentar aromas florais e frutados nos vinhos mais jovens e aromas mais complexos nos mais envelhecidos. Para este tipo de vinho algumas combinações possíveis são: Alonso Menendez Robusto, Davidoff Ambassatrice e Fonseca Delicias.

Tawnies com indicação de Idade (10 Anos, 20 Anos, 30 Anos e mais de 40 Anos) - São vinhos de qualidade elevada obtidos pela mistura da colheita de diversos anos resultando em uma cor mais clara, notas de frutos secos e persistência aromática. Para estes tipos de vinhos algumas combinações possíveis são: Le Cigar Corona Junior, Macanudo Hyde Park e Hoyo de Monterrey Epicure No. 2,

Colheita - Vinhos provenientes de uma única só colheita. Ficam em barris de madeira pelo período mínimo de 7 anos. Com o envelhecimento a cor evolui para uma tonalidade mais clara. Tem sabor mais persistente com um bouquet complexo. Para este tipo de vinho algumas combinações possíveis são: Dona Flor Pirâmides, Avo Domaine Avo 20 e Cohiba Robusto.

LBV (Late Bottle Vintage) - Provenientes de uma só colheita são engarrafados entre o 4º. e o 6º. ano após a colheita. Tem aromas mais frutados e são mais encorpados na boca. Para este tipo de vinho algumas combinações possíveis são: Macanudo Robust Hampton Court, Partagas Serie D No. 4 e Cohiba Esplendidos.

Vintage - É um vinho de qualidade excepcional proveniente de um só ano. São engarrafados entre o segundo e o terceiro ano pós-colheita. Tem uma tonalidade escura e são bastante encorpados. Com o envelhecimento em garrafa diminui a adstringência aumentando a complexidade aromática e gustativa. Para este tipo de vinho algumas combinações indicadas são: Bolívar Royal Corona e Punch Punch.

 

Por: Cesar Adames

 

 

 

  

Cervejas & Charutos

 

Cervejas e Charutos

Por: Cesar Adames

 

Para provar que nem só o Cognac, Rum e Vinho do Porto harmonizam com os charutos, a SBAV - Sociedade Brasileira de Amigos do Vinho realizou recentemente uma degustação de charutos e cervejas artesanais para ver os resultados desta parceria inusitada. Depois de um jantar típico alemão, os associados receberam um charuto Dona Flor Double Corona para degustar em conjunto com as cervejas Eisenbahn fabricadas em Blumenau. O Taste esteve por lá e traz os resultados e outras possíveis combinações.

 

Eisenbahn Pilsen- É a mais conhecida no Brasil e também a mais consumida no mundo. É uma cerveja clara puríssima do tipo Lager, de baixa fermentação, suavemente amarga e de médio teor alcoólico (4,8%). De coloração dourada, a Eisenbahn Pilsen trás o sabor das cervejas de puro malte. Charutos recomendados Aquarius Robusto e Davidoff No. 3, por serem charutos bastante suaves.
 
     
     
Eisenbahn Dunkel- Cerveja do tipo Lager, de baixa fermentação, com amargor e corpo mais acentuados que a Pilsen, mas sem ser forte, com teor alcoólico de 4,8%. Ao contrário das lager escuras nacionais que normalmente são adocicadas e escurecidas com caramelo, a Eisenbahn Dunkel é feita com maltes torrados importados, que lhe conferem aroma e paladar incomparáveis. A receita da Dunkel leva cinco diferentes tipos de maltes importados. O resultado é uma cerveja com notas de torrefação e de café em seu paladar. Charutos recomendados: Le Cigar Corona Junior e Hoyo de Monterrey Epicure No2, por serem charutos de sabor suave médio.
     
 
     
Eisenbahn Pale Ale- É uma cerveja de coloração âmbar, de paladar e amargor mais encorpados e complexos e com teor alcoólico de 4,8%. É muito parecida com as Ales inglesas e a temperatura ideal para seu consumo é entre 3 e 5 graus. O termo Pale Ale, que significa uma Ale Palha, ou clara. Foi criado na Inglaterra para descrever as cervejas mais claras da época, que tinham cor de cobre. As cervejas do tipo Ale representam a melhor tradição européia, especialmente as belgas e inglesas. As Ales são cervejas de alta fermentação ou fermentação a calor, que realça os sabores mais complexos, frutados e lupulados deste tipo de cerveja. São encorpadas e têm características variadas, sendo doces ou amargas, claras ou escuras. Charutos recomendados: Caravelas Corona Gorda, Partagas Serie D No. 4, por serem charutos de uma maior potência.
 
   
    
Eisenbahn Weizenbier- É uma cerveja de trigo leve e refrescante. Com textura e corpo mais densos, é admirada pela mistura perfeita dos cereais. Como não é filtrada, conserva em cada copo o fermento utilizado no processo de fabricação, ganhando cor e um sabor sem igual. Charutos recomendados: Cohiba Siglo IV e Macanudo Robust Hyde Park, por terem um sabor pronunciado.
  
    
    
Eisenbahn Weizenbock- É a primeira cerveja de trigo escura do Brasil, feita rigorosamente de acordo com a Lei Alemã da Pureza de 1516. A Weizenbock é uma refinada cerveja de trigo escura com alto teor alcoólico (8%). Feita com cinco tipos de malte, corpo intenso com notas de torrefação, sem perder o sabor e aroma frutados da Eisenbahn Weizenbier tradicional. Charutos recomendados: Brasil Autênticos Robusto e Romeo y Julieta Belicoso, por serem charutos de sabor de média força.

     

Artigo Relacionado: Preserve seus Charutos

 
  
  
    
 
  

Copyright © Artdesigner Samuel.Todos os direitos reservados

Conheça nosso Show Room: Marque um horário conosco para visita.

Endereço: Rua José Oiticica, 226   Jardim Itapema   São Paulo - SP    Cep: 03578-080    

referencia: próximo ao Shopping Aricanduva