Aprenda a fumar Charuto

 

 

Conheça toda a magia

Aprenda a Fumar Charuto Odiar cigarros ou fumantes não é uma desculpa aceitável para jamais provar um charuto. Apreciar essa iguaria tão especial é uma experiência análoga a degustar uma garrafa de vinho. 
Você irá beber com moderação, e não até cair. Se a garrafa for realmente especial, você irá desfrutar de cada gole como se fossem sensações únicas, que jamais tornarão a se repetir. Fumar um bom charuto também é uma sensação única. Eu garanto.

 


A Lenda
 

Um charuto é um produto orgânico constituído de um rolo alongado de folhas de tabaco envolto por uma folha interiça. Reza a lenda que, em alguns casos, os charutos são enrolados nas coxas de belíssimas jovens.

Moças humildes em uma fábrica de charutos… coxas fortes

A palavra charuto remete seus apreciadores a muito além do que a breve definição pode representar. O charuto é um ingrediente que agrega charme, personalidade, estilo e prazer ao seu portador.

Os fãs se reúnem em clubes como o excelente Cigar Club ou a Confraria CJUB (Charutos, Jazz, Uísque e Bossa).

 
 

Sinta o estilo

Fumar um charuto é um hábito que não passa despercebido, aonde quer que você vá. Posso assegurar que é impressionante o frisson que a atitude de circular em um evento com um charuto na boca pode causar nas mulheres.

No cinema, os personagens que fumam charuto não se relegam a papéis coadjuvantes na trama. Eles tendem a ser homens corajosos que enfrentam perigos e tomam decisões sérias. Não preciso lembrar que Winston Churchill fumava um charuto atrás do outro, acompanhado de um bom Whisky escocês, antes de tomar decisões que mudariam a história do mundo.

Pacino em Scarface

Entretanto, se para os homens o charuto representa masculinidade, para as mulheres ele representa sensualidade. Elas decidiram nos provar que fumar charutos não é uma atividade meramente masculina.

Não só no Brasil, mas em praticamente todos os lugares do mundo, mulheres criam clubes exclusivamente femininos de apreciadoras de charutos. Se você ainda não dá crédito a elas, dê uma olhada nessa entrevista de Manuela Romeralo, a “Dama do Charuto. Cá entre nós, uma mulher com um charuto na boca é uma visão muito sexy.

O que você sabe fazer com essa boquinha?

Não confunda A com B
Os charutos não foram feitos para satisfazer o vício do tabaco. Constituem um prazer para os olhos, para o nariz, para o paladar e para o tato. Fumar um charuto deve ser sempre um prazer. Mas para que você possa entender o porquê dessa iguaria causar tanto fascínio entre os homens, é preciso que você aprenda a apreciá-lo.

 

 

Os cuidados

Fora a forma como os charutos devem ser armazenados, não existem muitas regras à respeito de como se deve fumá-los. Em geral, não se traga um charuto como um cigarro.

 

O prazer está no ritual

Isto significa que a fumaça é presa na boca de modo que você possa identificar as distintas sensações que o mesmo proporciona. A não inalação do fumo do charuto é outro fator que derruba o mito da alta suscetibilidade de ocorrência de câncer ou enfisema pulmonar em seus usuários.

 

Observe a textura

Diversos fatores resultam na degustação perfeita de um charuto, desde a escolha do tipo adequado até o acompanhamento: um bom vinho, um conhaque etc. No entanto, alguns fatores são fundamentais para que o ritual da degustação seja ideal, como o armazenamento, o corte, e a maneira de acendê-lo.

Os charutos mais famosos são os provenientes da “isla bonita” de Cuba. Nomes como Cohiba, Partagás, Montecristo,Trinidad, Romeo y Julieta são ícones em todo o mundo. A ótima reputação é resultado de uma série de cuidados durante a sua produção.

 

Um cubano legítimo em toda sua glória

Os Havanos são feitos a mão, um por um. Profissionais cuidam, por exemplo, para que todas as unidades de uma caixa (geralmente 25) tenham a mesma cor e para que os anéis com a marca estejam alinhados.

Os Havanos devem ser conservados entre 16 e 18 graus Celsius com umidade entre 65% e e 70% para que não desidratem. Caso contrário se tornam quebradiços e secos, podendo até mesmo ter a capa rompida quando acesos.

Logo, para acondicioná-los corretamente existem uma série de umidores, caixas especiais, armários e outros produtos especiais para acondicionar corretamente seu charuto.

 

O corte

O corte depende de preferência pessoal do apreciador e do formato do charuto. Na maioria das vezes a ponta do charuto é fechada e para que o fluxo de fumaça possa transcorrer corretamente para o interior da sua boca, o corte do bico deve ser bastante reto e preciso.

A extremidade que será acesa é a oposta à da ponta cortada. Caso você não possua um cortador específico, não hesite em pedir para sua namorada arrancar o bico com a boca. Essa é outra cena pra lá de excitante.

 

Acendendo seu charuto

Finalmente, para acender o charuto você deve utilizar preferencialmente fósforos de madeira ou isqueiros do tipo maçarico. Também há cargas de isqueiros específicas para o acendimento do charuto. Quando em contato com a chama, você deve lentamente girar o charuto na mão para que ele seja aceso uniformemente ao longo de todo o seu raio.

O acendimento assimétrico do Havano não só queimará irregularmente as folhas, estragando o charuto, como também fará com que a fumaça chegue prejudicada ao interior de sua boca.

Fumar um charuto é um grande prazer. Descobrir seus aromas e sabores, se perder na fumaça após cada baforada. Tudo nos leva a momentos de reflexão e aproveitamento. É mais um utensílio que, ao lado de seu Whisky, pode levá-lo a terrenos inexplorados onde irá desfrutar de paz, tranqüilidade e relaxamento, deixando de lado o caos da rotina nas grandes cidades.

     

Artigo Relacionado: Preserve seus Charutos

  
 
  
 

Copyright © Artdesigner Samuel.Todos os direitos reservados

Conheça nosso Show Room: Marque um horário conosco para visita.

Endereço: Rua José Oiticica, 226   Jardim Itapema   São Paulo - SP    Cep: 03578-080    

referencia: próximo ao Shopping Aricanduva